José Nunes

Jornalista, escritor e integrante do IHGP.

Economia & Negócios

Compra pelo PAA-doação simultânea tem prazo prorrogado


18/03/2021

Foto: autor desconhecido.

Uma boa notícia para os agricultores paraibanos interessados em comercializar seus produtos agrícolas aos programas de compras governamentais. As inscrições dos agricultores familiares na nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos – modalidade Compra com Doação Simultânea (PAA-CDS), foram prorrogadas para até o próximo dia 20.

O edital PAA-CDS 2021 prevê recursos da ordem de R$ 5,3 milhões que serão destinados à compra de gêneros alimentícios fornecidos pelos agricultores familiares selecionados para doação às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Para se inscrever, o agricultor interessado deve preencher o formulário de proposta, anexar a documentação comprobatória e enviar para [email protected], ou ainda deixar a documentação em envelope lacrado na sede da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia solidária (Sesaes/Sedh) localizada na Av. Epitácio Pessoa, 2558 – Tambaúzinho – 58030-002 –  João Pessoa/PB. Para dúvidas e outras informações (83)32186779.

O documento com a lista dos municípios selecionados, o formulário de proposta, os critérios  e a documentação necessária para seleção dos agricultores aptos a fornecer os gêneros alimentícios que serão doados às famílias em situação de vulnerabilidade social, econômica e nutricional podem ser acessados no endereço: https://paraiba.pb.gov.br/noticias/programa-de-aquisicao-de-alimentos-seleciona-agricultores-para-nova-etapa/selecao_paa-cds.pdf

PAA-CDS 2021 – O Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), executará a proposta desenvolvida com base na Portaria n° 96, de 22 de setembro de 2020, do Governo Federal, que definiu como limite financeiro o valor de R$ 5.381.760,00.

Para esta nova etapa do PAA-CDS serão selecionados 828 agricultores em 105 municípios escolhidos, tendo como critério norteador os grupos prioritários e os municípios com índices elevados de insegurança alimentar.  O grupo prioritário do programa é formado por agricultores inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); assentados da reforma agrária, indígenas e quilombolas, povos e comunidades tradicionais; mulheres e produtores de alimentos orgânicos e agroecológicos.


O Portal WSCOM não se responsabiliza pelo conteúdo opinativo publicado pelos seus colunistas e blogueiros.
Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.