Gil Sabino

Jornalista e assessor de imprensa.

Cultura

A Produção e Comunicação de autoestima e valor made in PB


09/12/2021

O universo artístico paraibano evolui. Sim, e isso independe da pandemia. Artistas produzindo música, pintores, escritores, fotógrafos, as lives acontecendo aqui e ali, e a Lei Aldir Blanc emplacando para auxiliar. A Funjope desenvolvendo pontualmente algumas ações, a Funesc idem, bares e restaurantes retomando seu cotidiano com apresentações ao vivo, exposições acontecendo, etc.

Um fato, porém, nos chama a atenção. Falo do mercado da comunicação publicitária. Existem em João Pessoa diversas produtoras de vídeo, cada qual com suas especialidades e qualidade técnica superior, diga-se de passagem, acima da média. Como também os profissionais envolvidos, que vem destacando cada vez mais com enorme talento.

Outro fato que também nos chamou atenção é o uso de artistas nos comerciais da Prefeitura de João Pessoa. Como exemplo, o ator e diretor Buda Lira, e a cantora, compositora e simpaticíssima, Nathália Bellar. Os dois contemplam com grande empatia, alguns filmes dirigidos pela produtora Castanhola. Um como que acréscimo da autoestima, do ator e da cantora, paraibanos, inseridos nas cenas que falam das ações da prefeitura para o cidadão pessoense.

Acreditamos que seja essa, sem dúvida, uma ótima ideia. Incentivar a participação dos nossos artistas na cena que comunica ações executivas do poder junto ao povo. Buda Lira é renomado, tem talento, e seu currículo vai muito além do teatro paraibano, expandindo sua imagem através da participação em séries para televisão e filmes de repercussão nacional e internacional, como no caso Aquárius, e Bacurau, de Kleber Mendonça, e muito outros.

Nathália Bellar vem trilhando uma carreira que lhe garante já um excelente portfólio. Participou de grandes eventos, inclusive, cantando com a Orquestra Sinfônica da Paraíba, regida pelo Maestro Luiz Carlos Durier, teve excelente oportunidade no programa The Voice, da TV Globo, destacando sua imagem para todo o Brasil, e vem produzindo os mais bem dirigidos clipes da música contemporânea do Estado. Uma artista completa. Voz, postura cênica, beleza, simpatia, posicionamento politico social e tudo o mais. É, além de cantora, excelente compositora.

O exemplo acima citado, de inserção de dois dos nossos mais representativos artistas, amplia possibilidades de investir na imagem desses personagens, os artistas de casa, criando valor tanto para os próprios artistas, como agregando aos produtos e serviços por estes anunciados. Já era hora de uma cabeça pensante convida-los para ilustrar a cena. Ganham todos. Os artistas, os produtos, a cidade, a Paraíba. Anjos de casa fazendo milagres. É isso.


O Portal WSCOM não se responsabiliza pelo conteúdo opinativo publicado pelos seus colunistas e blogueiros.
Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.