Justiça

CNJ inicia apresentação dos dados do Justiça em Números relativos à produtividade de 2019 dos tribunais

A reunião será transmita pelo YouTube e contará com a participação do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo

25/08/2020


Conselho Nacional de Justiça

Portal WSCOM

Nesta terça-feira (25), durante a segunda reunião preparatória para o XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, que acontece no final do ano, serão apresentados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) os dados do Justiça em Números relativos à produtividade de 2019 e nova sistemática de acompanhamento dos dados Estatísticos – o DATAJUD.

A reunião será transmita pelo YouTube e contará com a participação do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo, do gestor das Metas no âmbito do TJPB, desembargador João Benedito, do corregedor-geral de Justiça Romero Marcelo, do juiz auxiliar da Presidência Meales Melo, dos juízes-corregedores Marcos Sales, Antônio Silveira e Silmary Alves, e das gerentes Caroline Leal (Projetos e Estratégica) e Renata Grigório (Estatística).

O presidente do TJPB disse que, apesar de o Poder Judiciário estadual ter tido boas melhoras de produtividade, não nutria grandes perspectivas, já que a avaliação é comparada com outros tribunais. “Nosso vizinho TJRN, por exemplo, investiu milhões em estágio de pós-graduação e em informática, pois tem um financeiro que supera um bilhão de reais ano (200 milhões a mais que o TJPB)”, afirmou.

O gestor do TJPB informou, ainda, que o primeiro semestre de 2019 foi de enxugamento financeiro e só a partir de setembro houve a nomeação de assessores para os juízes e o impulsionamento maior do projeto digitaliza. “Só em 2020 é que foi possível nomear 450 estagiários, mais assessores, ver resultados da robótica e das agregações de Comarcas. Bons ventos virão para 2021. Se vier premiação de 2019 será devido aos esforços dos juízes e servidores e é para comemorar”, ressaltou Márcio Murilo.

A gerente de Projetos e Gestão Estratégica, Caroline Leal, informou que a partir desta quarta-feira (26), haverá reuniões setoriais por segmento de justiça e região, onde vai trabalhar e consolidar as propostas de metas e indicadores para o ano de 2021.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.