Saúde

Cartaxo assegura 367 leitos no combate à Covid-19 e contratação de 100 profissionais da saúde

23/03/2020


Portal WSCOM

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, realizou uma live nas redes sociais, no final da manhã desta segunda-feira (23), e detalhou as medidas realizadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) no combate ao novo coronavírus. Entre elas está a abertura de dois hospitais para atender a população que necessite dos serviços de saúde em razão da Covid-19. De acordo com o prefeito, com a reabertura do antigo Prontocor (HTOP) e do Hospital 13 de Maio, a Capital passará a contar com 367 leitos para casos de coronavírus. Cartaxo também destacou a criação de uma Central de Doações para receber mantimentos e materiais de higiene doados pela população, com foco prioritário para pessoas em situação de rua e idosos em abrigos de longa permanência.

O gestor afirmou que, na manhã desta segunda-feira, foi iniciado o levantamento de engenharia das obras que precisarão ser executadas para reativar o funcionamento do HTOP e do Hospital 13 de Maio, medida anunciada na manhã do último domingo (22). As duas unidades disponibilizam 169 novos leitos de enfermaria e 43 de UTI. Eles irão se somar aos hospitais da rede (Hospital Santa Isabel, Hospital Infantil do Valentina e Hospital São Luís – este último da rede credenciada), totalizando 367 leitos (sendo 138 de UTI e 229 de enfermaria).

“Realizamos uma visita neste domingo aos dois hospitais e temos que fazer o agradecimento público aos proprietários que cederam os prédios sem ônus para a Prefeitura. Agora estamos realizando uma avaliação da engenharia para levantarmos tudo que é preciso para reativar as duas unidades. Aproveitamos também para fazer um chamamento para empresários da construção civil que possam nos ajudar neste serviço para que os hospitais estejam prontos o quanto antes”, disse.

O prefeito afirmou que já autorizou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a contratar 100 novos profissionais da saúde com recursos próprios da Prefeitura e aguarda a liberação de recursos do Governo Federal para realizar novas contratações. Ele disse que este assunto também foi cobrado na videoconferência realizada no final da manhã do domingo com o presidente da República, Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, quando os prefeitos de capitais apresentaram uma pauta de reivindicações, como recursos, cronograma de distribuição de equipamentos e EPIs, manutenção do pagamento do teto a hospitais privados e filantrópicos, entre outros.

Luciano Cartaxo explicou que está criando também a Central de Doações, que irá funcionar no Clube da Pessoa Idosa, no bairro Altiplano, onde a população poderá fazer doações de alimentos, mantimentos e materiais de higiene para serem distribuídos pela Prefeitura aos moradores de rua e aos abrigos de longa permanência para idosos. Estas doações irão se integrar àquelas já feitas pela gestão: kits de higiene para moradores de rua (álcool gel, máscara e sabão) e marmitas nas cozinhas comunitárias e nos restaurantes populares, além de atendimentos nas Casas de Acolhida, Consultório de Rua e no Centro POP. Outra medida adotada é o fornecimento de alimentos nas escolas em tempo integral e creches, que totalizam 23 mil alunos beneficiados.

Ainda durante a live, Luciano agradeceu à população de João Pessoa pela compreensão da necessidade de tomada de medidas drásticas e a colaboração de todos, mantendo-se em casa. “Precisamos continuar contando com os esforços de todos porque a melhor medida ainda é o isolamento, ficar em casa com a família e só sair em casos de necessidade, respeitando todas as recomendações de higiene e só consultando fontes oficiais” pediu.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.