Política

Carta que será entregue a Dilma destaca Bolsa Família, mas critica falta de assi

Visita de Dilma


04/03/2013



A Carta de João Pessoa: SOS Seca – o clamor surdo dos que sofrem com fome, sede e desesperança, que será entregue a presidenta Dilma Rousseff (PT) durante sua visita a Paraíba, destaca que as ações sociais desenvolvidas pelo Governo Federal minimizaram a fome das pessoas, mas as políticas emergenciais de abastecimento de água e de suprimento de alimentação animal foram insuficientes.

"As perdas de cerca de 80% na região. Os rebanhos foram reduzidos à metade, sobretudo porque, este ano, os produtores já não contaram com a palma forrageira, praticamente destruída na região pela praga da cochonilha do carmim. O mandacaru e outros cactos rarearam. A produção do leite caiu 70%. Até as abelhas sofreram. A apicultura também perdeu cerca de 70% de sua produção. Nem os poucos perímetros irrigados se livraram dos prejuízos e amargam perdas em torno de 50%", diz a Carta.

{arquivo}

Ao final, o documento pede atenção do Governo Federal para com o Nordeste e apresenta algumas sugestões para uma melhor convivência dos sertanejos com os efeitos da Seca.

“Temos a esperança de que, no Governo de Vossa Excelência, se possa finalmente vislumbrar o que o Nordeste reivindica há muitas estiagens: um conjunto de políticas públicas e programas de governo que nos permitam a convivência com a seca e com o clima, implementadas sem a pressão da calamidade, em períodos de normalidade climática, como resultado da determinação política de um País e de um Governo que terão entendido que as secas são inevitáveis. Mas a calamidade, não”.
 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //