Brasil & Mundo

Brasil proíbe voos do Reino Unido e restringe entrada por fronteiras terrestres

A norma restringe ainda a entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade por rodovias e outros meios terrestres ou transporte aquaviário.

24/12/2020


IstoÉ

O governo proibiu voos internacionais para o Brasil que tenham origem ou passagem pelo Reino Unido e Irlanda do Norte. Uma portaria com as determinações foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite desta quarta-feira. A regra começa a valer em 25 de dezembro.

A norma restringe ainda a entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade por rodovias e outros meios terrestres ou transporte aquaviário.

Com a publicação da portaria, o Brasil passa a integrar o grupo de mais de 40 países que já fecharam sua portas ao Reino Unido após a descoberta de uma nova cepa do coronavírus na região. Nesta quarta-feira, autoridades britânicas anunciaram a identificação de outra nova variante do vírus que parece ser mais transmissível.

O governo brasileiro vinha resistindo a tomar essa decisão, em um jogo de empurra entre as autoridades do país. Os ministérios jogavam a responsabilidade uns para os outros ao serem questionados, ao longo desta semana, se iriam se juntar aos países que proibiram os voos do Reino Unido.

Da mesma forma, ficam proibidas viagens aéreas saídas do Brasil com destino aos aeroportos britânicos. As duas medidas entram em vigor na sexta-feira (25).

A partir de 30 de dezembro, viajantes internacionais terão que apresentar, na chegada ao Brasil, testes de PCR negativos realizados até 72 horas antes do embarque.

A medida já constava em portaria publicada em 17 de dezembro, mas agora é acrescida de novos detalhes: prevê que o documento deverá ser apresentado no idioma português, espanhol ou inglês; e que o teste deverá ser realizado em laboratório reconhecido pela autoridade de saúde do país do embarque.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.