Economia & Negócios

Bares e restaurantes de João Pessoa registram mais de 1000 demissões e faturamento cai 84%

29/04/2020


Portal WSCOM

O Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), entidade que representa legalmente a categoria na capital paraibana, destaca que o segmento de hospedagem e alimentação foi um dos mais afetados pela pandemia provocada pelo novo coronavírus. Em comparação a janeiro deste ano, a queda do faturamento no setor de alimentação chega a 84%. As demissões no segmento de bares, restaurantes e hotéis já passam de 1000.

Apesar dos esforços dos empresários para se adaptar rapidamente ao cenário de crise – com investimentos em estratégias de marketing digital e delivery -, os prejuízos são contabilizados diariamente. Entre março e abril, as quedas foram de 67% só no setor de alimentação e mais demissões podem acontecer em todo o segmento nos próximos dias.

No setor de hotelaria, dos 22 hotéis da cidade que encontram-se em funcionamento, a taxa de ocupação dos leitos é de apenas 7% da capacidade total. O valor total do prejuízo ainda não foi calculado pelo SEHA-JP, mas o sindicato avalia que as quedas terão forte impacto negativo na economia de João Pessoa, que é uma das capitais no Nordeste com grande potencial turístico.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.