Notícias

Bala que atingiu grávida em tentativa de assalto não foi retirada, diz família


09/01/2013



 A bala que atingiu a secretária Daniela Nogueira Oliveira na cabeça em uma tentativa de assalto na noite desta terça-feira (8), no Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, ainda não foi retirada, segundo a família. A vítima, de 25 anos, segue internada em estado grave. O bebê – uma menina – nasceu após parto cesariana.

“O médico achou melhor não tirar, porque está em uma região muito crítica da cabeça. Ela está em coma, a bala atingiu o lado esquerdo do rosto, passou pelo nariz e se alojou na nuca”, disse o cunhado da vítima Gilzemar de Araújo Oliveira.

Daniela chegava do trabalho, por volta das 21h, quando estacionou o carro na Rua Osiris de Camargo e desceu. A rua fica próxima ao condomínio onde a secretária mora e costuma ser usada para estacionar os carros dos moradores que só possuem uma vaga na garagem. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto amarela se aproximaram e depois atiraram na secretária.

Eles fugiram sem levar nada, mas, para a polícia, trata-se de uma tentativa de assalto. Daniela foi levada pelos bombeiros para o Hospital do Campo Limpo, onde foi feito o parto ainda na noite desta terça-feira. Daniela passou por uma cirurgia na cabeça e seguia internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo moradores que conversaram com o Bom Dia São Paulo, nos últimos meses houve um aumento no número de assaltos na região. "Eles preferem as mulheres. Eles levam o carro ou a bolsa", declarou uma moradora, que não foi identificada por questões de segurança. A Polícia Militar afirmou que existe um policiamento ostensivo e uma base da corporação para coibir a ação dos criminosos na região.

Daniela deu luz a Gabriela, que está internada na UTI Neotal. O parto da vítima estava programado para a próxima semana.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //