Futebol

Atlético-MG vence o Flamengo com facilidade e volta ao G-4 da Série A


19/06/2022

(Foto: Divulgação/Atlético-MG)

Futebol Interior



Com grande atuação, o Atlético-MG venceu com certa facilidade o Flamengo por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado alivia a pressão em cima do técnico Antonio Mohamed, que corria o risco até mesmo de ser demitido em caso de derrota.

A vitória levou o Atlético-MG aos 21 pontos, se aproximando dos líderes Palmeiras e Corinthians, ambos com 25. O time mineiro não vencia há quatro jogos. O Flamengo, por outro lado, tem 15, ficando cada vez mais longe da disputa do título brasileiro.

Com presenças ilustres no Mineirão, como o canoísta Isaquias Queiroz e o ex-atacante atleticano Reinaldo, Atlético e Flamengo fizeram um duelo franco. O time rubro-negro entrou em campo com uma homenagem a Bruno Henrique, que sofreu uma grave lesão e deve perder o restante da temporada.

ATLÉTICO SAI NA FRENTE

A pressão em cima do técnico Antonio Mohamed fez o Atlético começar mais cautelo, diferente do Mengão, que busca engrenar com Dorival Júnior. Os olhares, no entanto, estavam em Hulk e Gabigol, mas ambos passaram em branco na tarde deste domingo.

Mas foi Andreas Pereira e Éverson que protagonizaram o primeiro duelo individual, melhor para o goleiro do time mineiro, que fez importantes defesas para assegurar o zero no placar. O Galo, aos poucos, foi se soltando e conseguiu inaugurar o marcador aos 34 minutos. Guilherme Arana cruzou, Keno desviou e Diego Alves espalmou. A bola sobrou para Nacho Fernández, que mandou, de primeira, para o fundo das redes.

O gol desanimou o Flamengo e empurrou ainda mais o Galo, que mostrou muita intensidade. O domínio só confirmou uma dos melhores primeiros tempos do time mineiro no Campeonato Brasileiro.

SEGUNDO TEMPO COM MUDANÇAS

No segundo tempo, Dorival Júnior resolveu mexer, colocou Marinho e Willian Arão, mas o Mengão continuou pragmático, sem entregar tudo aquilo que espera de um dos melhores elencos da competição. Arrascaeta tentou chamar a responsabilidade, mas o uruguaio estava bem marcado e pouco produziu.

Pedro, Lázaro e Diego também entraram, mas não conseguiram mudar o panorama do jogo, o mesmo não pode se dizer de Ademir. O atacante substituiu Vargas e ampliou aos 39 minutos. Mariano avançou bem pela direita e cruzou para Hulk. Ele desviou para Ademir marcar.

Com a torcida inflamada, o Atlético passou a administrar a vantagem, aliviou a pressão em cima do técnico Antonio Mohamed e a jogou para o lado rubro-negro. Dorival Júnior chegou a há pouco tempo, mas vai ter logo que gerir a crise.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times se enfrentam de novo nesta quarta-feira (22), às 21h30, no Mineirão. A partida será o primeiro jogo entre as equipes pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no sábado (02), às 19h, para enfrentar o América, no Maracanã, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, às 21h, o Atlético-MG recebe o Fortaleza, no Mineirão, em Belo Horizonte.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.