Tecnologia

Após WhatsApp, Instagram e Facebook, instabilidade também afeta TikTok, Twitter, Telegram e outras dez plataformas


04/10/2021

*Imagem ilustrativa

WSCOM com O Globo

O apocalipse tecnológico que desta segunda-feira (4) parece que não vai deixar nenhuma rede social no ar. Depois de Instagram, WhatsApp e Facebook estarem fora do ar por mais de cinco horas sem previsão para retornar, agora, é a vez do Twitter, do Telegram, do Tik Tok e outras dez plataformas apresentarem instabilidade.

Além da instabilidade nas redes sociais do Facebook, usuários relataram instabilidade em outras redes. Segundo o DownDetector, monitor que avalia a estabilidade de plataformas digitais, pelo menos outras quatro redes sociais — Telegram, Snapchat, TikTok e Twitter — apresentaram dificuldade de acesso aos serviços nesta segunda.

Depois da queda no WhatsApp, houve a migração para outros serviços de mensageria, como o Telegram, e usuários relataram instabilidade na tarde desta segunda, possivelmente devido ao pico de acessos. As reclamações de serviços mais lentos começaram após a queda do aplicativo da Facebook.

O monitor aponta ainda dificuldades em serviços da Google, como o Gmail e o YouTube. Nas redes sociais, usuários ainda comentam a instabilidade no LinkedIn e no Google Drive, além da plataforma Microsoft Teams.

No Brasil, usuários relataram ainda dificuldade para acessar o aplicativo da Nubank. Em uma rede social, a fintech reconheceu que há instabilidade na realização de pagamentos de boletos e pediu que, caso clientes não consigam efetuar pagamentos pela modalidade, devem aguardar.

O DownDetector ainda mostra que o site da Amazon e o Amazon Web Services operam com algumas dificuldades, bem como o aplicativo de jogo para celular Pokémon Go.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.