Política

Apoio ao impeachment do presidente Jair Bolsonaro alcança 54%

É a primeira vez que mais da metade dos entrevistados apoiam o impedimento de Bolsonaro no levantamento feito pelo instituto.

27/04/2020


El País

A Pesquisa Atlas Político, divulgada nesta segunda-feira (27) pelo jornal El País, apontou que 54% dos brasileiros são a favor do impeachment de Jair Bolsonaro. É a primeira vez que mais da metade dos entrevistados apoiam o impedimento de Bolsonaro no levantamento feito pelo instituto. Apoio vem na esteira da demissão de Sérgio Moro do Ministério da Justiça.

No levantamento anterior, feito em março, 48% dos entrevistados eram favoráveis ao impeachment. Segundo a pesquisa, a rejeição de Bolsonaro chegou a 64,4%, ante 30% de aprovação.

Esta também a primeira vez que o levantamento mostra rejeição de Bolsonaro maior que a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem 60% de reprovação. O governo Bolsonaro é avaliado como ruim ou péssimo por 49%, o maior índice desde fevereiro de 2019, quando a série foi iniciada. Outros 28% consideram o governo como regular e 21% classificam como ótimo ou bom.

Imagem reprodução – Pesquisa aponta que 54% dos brasileiros são a favor do impeachment de Jair Bolsonaro

embate entre Bolsonaro e Moro colocou o impeachment de volta ao debate público. Oposicionistas têm aumentado a pressão na Câmara dos Deputados para iniciar um processo. A Casa já recebeu ao menos 19 pedidos que acusam o presidente de crime de responsabilidade, sendo oito deles protocolados neste ano. E um vigésimo pedido deverá ser entregue nos próximos dias pelo partido que elegeu Bolsonaro, PSL. Segundo a pesquisa do Atlas Político, 58% das mulheres são favoráveis a um processo de destituição do presidente enquanto entre homens o percentual cai para 49%. Analisando as respostas conforme a crença religiosa, o presidente ainda detém forte apoio dos evangélicos, que têm base parlamentar importante no Congresso. Entre os evangélicos, apenas 39% são a favor do impeachment e 53% são contra. Entre católicos, por exemplo, esses percentuais são de 59% a favor da destituição e 29% contra ela.

Segundo a pesquisa do Atlas Político, 58% das mulheres são favoráveis a um processo de destituição do presidente enquanto entre homens o percentual cai para 49%

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.