menu

Futebol

30/11/2019


Alisson é expulso, Liverpool sofre, mas vence e iguala marca histórica

Líder mais do que isolado do Campeonato Inglês chega a 13ª vitória em 14 jogos na competição e aumenta para 11 pontos a vantagem para o segundo colocado; Van Dijk é o homem do jogo, com dois gols marcados em duas assistências de Arnold

Alisson deu lugar a Adrián, que quase complicou o jogo para o Liverpool (Foto: Jason Cairnduff/Reuters)

Por Globoesporte.com

 

Susto! Tudo parecia bem para o Liverpool no primeiro tempo. O time da casa abriu 2 a 0 com Van Dijk e aparentemente seria mais uma vitória tranquila para o líder do Campeonato Inglês. Mas aos 30 do segundo tempo, Alisson foi expulso por tocar com a mão na bola fora da área. Isso obrigou Klopp a fazer a última modificação do time, que levou gol na cobrança de falta com o juiz autorizando enquanto Adrián ainda armava a barreira. Dali em diante foi só pressão do Brighton, com direito a dois sustos do time visitante. Mas no fim das contas, mais um triunfo para o líder isoladaço do Campeonato Inglês.

Os brasileiros

Firmino teve uma atuação discreta na tarde deste sábado em Liverpool. Já Alisson, por outro lado, foi o personagem principal da segunda metade da etapa final. Quando Trossard recebeu em profundidade, o goleiro ficou na dúvida se saia do gol ou ficava dentro da área. A dúvida fez com que o camisa 1 ficasse no meio do caminho e fosse encoberto pelo jogador do Brighton. Para que os visitantes não tivessem a chance de diminuir, Alisson colocou a mão na bola e foi expulso. Justamente na sequência do lance saiu o gol do Brighton, já que o juizão autorizou a cobrança da falta enquanto Adrián ainda montava a barreira para a cobrança de Dunk.

Fabinho fez falta?

Com lesão no ligamento do tornozelo esquerdo, Fabinho não jogou neste sábado e está fora dos jogos do Liverpool até o fim do ano. Mas ele não fez tanta falta no jogo contra o Brighton. Apesar da importância que tem no time de Klopp, o recuo de Henderson para a posição de primeiro volante e a entrada de Oxlade-Chamberlain não fizeram com que a ausência do brasileiro fosse sentida.

Protestos nas arquibancadas e minuto de aplausos

No primeiro jogo do Liverpool depois que o chefe de polícia do dia da tragédia de Hillsborough – que matou 96 torcedores do clube – foi inocentado, houve um minuto de aplausos em homenagem às vítimas. Como forma de protesto, a torcida cantou durante os primeiros seis minutos de jogo: “Justiça para os 96”.

Mais recorde

A vitória por 2 a 1 neste sábado fez o Liverpool igualar mais um recorde. O time comandado por Jürgen Klopp chegou ao mesmo número de 31 jogos sem perder no Campeonato Inglês, maior marca do time, que na temporada de 1987/1988 chegou ao mesmo número. Imparáveis?

Tabela

Com o empate do Manchester City com o Newcastle, o Liverpool aumentou a vantagem na liderança para 11 pontos. Esse número ainda pode diminuir se o Leicester empatar ou vencer (tem os mesmos 29 pontos do City). O Brighton ocupa a 15ª colocação, com 15 pontos, e pode terminar a rodada em 17º se Everton e Aston Villa vencerem. Eles enfrentam Leicester e Manchester United, respectivamente, fora de casa.

No meio de semana, Liverpool e Brighton voltam a campo. O líder recebe o Everton na quarta-feira, enquanto o Brighton vai encara o Arsenal fora de casa na quinta-feira.