Brasil & Mundo

Aliados aconselham Lula a não participar de cerimônia de posse de Milei

Interlocutores avaliam que é preciso esperar mais para saber se é possível confiar no ultradireitista e recomendam que o encontro aconteça em um ambiente mais controlado.


04/12/2023

Lula e Milei (Foto: Ricardo Stuckert / PR | Agustin Marcarian/Reuters)

Brasil 247

Aliados do Planalto recomendam que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja cauteloso e não vá à posse do novo presidente da Argentina, o  ultradireitista Javier Milei, no dia 10 de dezembro. Apesar das tensões passadas, em que Milei classificou Lula como corrupto e descartou qualquer reunião caso fosse eleito, o argentino recuou após as eleições, e enviou um convite formal para que Lula participasse da cerimônia.

Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, “interlocutores de Lula, no entanto, acham que é preciso esperar mais para saber se é possível confiar em Milei. Eles temem, por exemplo, que Lula se veja em uma situação em que receba xingamentos e vaias dos apoiadores de Milei na cerimônia de posse. Defendem, por isso, que o presidente brasileiro espere uma outra oportunidade para se encontrar com o argentino, num ambiente mais controlado”.

Ainda de acordo com a reportagem, nos bastidores do Itamaraty, acredita-se que a participação de Lula na posse poderia se concretizar com algumas garantias do grupo de Milei. Isso incluiria a realização de um encontro bilateral entre os dois líderes, com registro fotográfico, além da segurança de que Lula não seria alvo de insultos ou vaias durante o evento.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //