Política

Ala militar do governo considera Moro traidor, diz colunista

28/04/2020


Ex-Ministro da justiça Sergio Moro - Foto Lula Marques

Brasil 247

O discurso de militares do governo de Jair Bolsonaro sobre o ex-ministro da Justiça Sergio Moro deu uma guinada no fim de semana e mudou pouco dias depois. A ala militar, que se considerava perplexa e chateada no dia da demissão do ex-juiz da Lava Jato, agora mudou o discurso afirmando que ele os decepcionou sendo um suposto “traidor” da nação.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, os militares do Palácio do Planalto consideram como gesto traiçoeiro a divulgação pelo ex-ministro da Justiça de mensagens privadas (prints) trocadas por ele com Bolsonaro e com a deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

Esses militares se mostram inconformados com o fato de que Moro tenha saído disparando contra o governo.

A coluna acrescenta ainda que alguns militares lembram que Bolsonaro já queria se livrar de Moro no ano passado, e que foi contido por eles —para agora virar os canhões contra o presidente.


Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.