Policial

Acusado de matar Fernanda Ellen é levado para o Roger; chegada é tumultuada

Agora


10/04/2013



Um pequeno tumulto está acontecendo no Presídio do Roger. Há cerca de meia hora chegou naquele estabelecimento penal o pedreiro Jéferson Luis de Oliveira Soares, transferido da carceragem da Central de Polícia. Jefferson assassinou a estudante Fernanda Ellen, 11 anos, ficou com seu corpo por dois dias em baixo de sua cama e depois enterrou a menina no seu quintal.

A transferência foi feita justamente no dia da visita intima que ocorre semanalmente nos presídios do Estado. O secretário de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino havia sugerido levar o preso para o PB1.

De acordo com Wallber Virgolino, no PB1 ele seria “trancado” numa cela isolada onde, com exceção dos agentes penitenciários, ninguém teria acesso. “Lá já estão outros bandidos de alta periculosidade”, disse o secretário ao lembrar de Abner Machado e outros.

Para o secretário, que já comandou várias delegacias, passou pelo Grupo de Operações Especiais e antes de assumir o comando da Secretaria de Administração Penitenciária, Wallber Virgolino passou pela Corregedoria do Detran, o estado tem a obrigação de proteger o preso, independente da sua periculosidade e principalmente garantir a sua integridade física.

“O estado trata a todos por igual, ninguém tem privilégios”, disse.

 Mais informações em instantes.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //