menu

Política

26/06/2013


Irregularidades preocupam vereador de JP

Telexfree

{arquivo}O vereador pessoense Marmuthe Cavalcanti (PT do B) voltou a destacar que sua preocupação em relação às pessoas que estavam se cadastrando na empresa Telexfree (Ympactus Comercial LTDA), estava certa. O Ministério Público do Acre (MP-AC) além de ter conseguido o bloqueio da entrada de novos membros (novos cadastros), vai pedir à Justiça que a Telexfree devolva o dinheiro aos divulgadores que pagaram para entrar no sistema.

Marmuthe destacou que há cerca de dois meses já havia manifestado sua preocupação em relação a possíveis irregularidades que prejudicassem os divulgadores.

“Já havia demonstrado na mídia a minha preocupação com essas pessoas que estavam investindo seus recursos, e por ventura, em um futuro não ter retorno, e o pior, perder até o que investiu. E agora com essa decisão do Ministério Público do Acre, a minha preocupação não estava errada”, pontuou o vereador.

Marmuthe frisou também que o trabalho do parlamentar não é só estar na Câmara Municipal se fazendo presente a sessões, participando e criando Leis.

“O vereador tem que aprender que o trabalho do parlamentar vai além das linhas da Câmara Municipal. O vereador tem que se preocupar com tudo que ocorre na cidade – que é o nosso caso; observar o dia a dia e as coisas que estão influenciando a vida da população”, observou o vereador Marmuthe Cavalcanti.