Educação

Técnicos-administrativos da UFPB rejeitam proposta do governo e fecham portões que dão acesso à reitoria


29/05/2024

Portal WSCOM

Os técnicos-administrativos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em greve há 78 dias, participaram na manhã dessa quarta-feira (29), de assembleia geral, convocada pelo Comando de Greve do Sintespb, e aprovaram rejeitar a proposta do Governo apresentada na Mesa de Negociação, com o Ministério de Gestão Institucional, no último dia 21; continuar com a greve e fortalecer as atividades de mobilização, com o objetivo de forçar ainda para esse ano algum índice de recomposição salarial.

A assembleia discutiu e aprovou também a contraproposta a ser apresentada pela Fasubra, entidade que representa os técnicos administrativos dos institutos de Ensino Superior do país, ao Governo Federal, na próxima semana, com adendo de ampliar o máximo a remuneração do nível E da categoria, e consequentemente aumentar para todos os demais níveis (A,B, C e D), de acordo com a proposta enviada.

Após a assembleia, os grevistas colocaram logo em prática a ação aprovada de radicalizar o movimento e fecharam com cadeados os portões principal que dá acesso à Reitoria, o próximo ao HULW, que fica ao lado da Residência Universitária, e o do Centro de Tecnologia.

O CLG revela que outras ações como estas voltarão a ocorrer caso as negociações não atendam às reivindicações principais da categoria.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //