Economia & Negócios

Seguro veicular para mulheres é em média 11% mais barato


26/10/2021

Portal WSCOM



Até agosto, os carros mais vendidos do mercado foram o Fiat Argo e o Mobi, o Jeep Compass e o Renegade, o Hyundai HB20 e o Creta, o Volkswagen T-Cross e o Gol, e o Toyota Corolla. Até por ser os veículos mais procurados, seja em uma versão zero-quilômetro ou usada, seus preços no mercado também são altos.

O inconveniente para o proprietário de ter um veículo com alto valor é que outros serviços são calculados a partir do preço médio do mercado, esse é o caso do Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) e também das coberturas de seguros.

Atualmente os seguros estão vinculados a um automóvel específico, por isso no momento de fazer a cotação é preciso fornecer vários dados como a marca, o modelo, o ano de fabricação, detalhar equipamentos que possui como o kit de gás, especificar se o veículo foi quitado ou ainda está sendo financiado, detalhar onde ele fica estacionado todos os dias e quanto quilômetros percorre diariamente, entre outros dados. O prêmio da apólice é calculado considerando principalmente os gastos que a seguradora pode ter em caso de sinistro.

No entanto, estes não são os únicos fatores que influem na cotação da apólice de seguro, também característica do motorista, como o sexo e a idade. No caso, o seguro para menores de 25 anos é mais caro do que para pessoas com mais idade, o mesmo acontece se comparamos homens e mulheres.

De acordo com a simulação de várias apólices com coberturas compreensivas (cobre os riscos do casco, os riscos pessoais e também contra terceiros) os seguros para homens que moram em São Paulo e possuem algum dos veículos mais vendidos no Brasil está em torno dos R$ 3 mil.

Para um Fiat Argo 1.0            2021 que está sendo avaliado no mercado em R$ 60 mil de acordo com a Tabela Fipe, o seguro custa cerca de R$ 2 mil. O seguro mais caro está cerca dos R$ 4.400, considerando um Toyota Corolla Cross XR 2022 que custa R$ 146 mil.

Levando em conta os mesmos veículos, usado em situações similares, porém considerando que o seguro estará em nome de uma mulher, as coberturas estão na média dos R$ 2.700, 11% menos do que os seguros para homens.

O seguro mais barato para uma mulher custa cerca de R$ 1.300, está vinculado a um Fiat Mobi Easy 2021 que tem um preço médio no mercado de R$ 43.700. O seguro mais caro é de R$ 4.500 e se corresponde também com o Corolla XR 2022.

O principal fator ao que se atribui essa diferença de preços é que nas estatísticas a maior parte dos acidentes de trânsito são causados por homens, motivo pelo qual se considera que há menos riscos caso a apólice esteja no nome de uma mulher.

No entanto, como pode ver no exemplo acima, no caso do Corolla, o seguro cotado para uma mulher é R$ 100 mais caro. Isto porque os demais fatores também influem.

Nesse sentido, para encontrar a seguradora de carros mais barata é preciso fazer algumas simulações e comparar os seguros. Mas, não só olhar para o preço final, também comparar o alcance das coberturas que inclui o plano, porque sem dúvidas os planos mais baratos são os que cobrem menos riscos.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.