Brasil & Mundo

Secretários de Saúde do Nordeste se dizem estarrecidos com fala de Bolsonaro, mas seguem orientação de Quarentena da OMS

24/03/2020


Em plena noite de pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro desfazendo toda orientação pública do Ministério da Saúde e pregando desobediência, os secretários de Saúde do Nordeste saíram com Carta Aberta perplexos com a atitude do dirigente, mas afirmando que vão continuar seguindo a orientação de quarentena da OMS.

Eis a carta na integra:

Carta dos Secretários de Saúde do Nordeste após pronunciamento do Presidente da República

Assistimos estarrecidos ao pronunciamento em cadeia nacional do Presidente Jair Bolsonaro, onde desfaz todo o esforço e nega todas as recomendações para combate à pandemia do coronavírus.

Não é nosso desejo politizar esse problema. Já temos dificuldades demais pra enfrentar. Não podemos cometer esse erro. Vamos continuar fazendo nosso trabalho. Não nos parece que a posição exposta pelo Presidente seja a do Ministério da Saúde, que tem se conduzido tecnicamente.

Percebemos, com espanto, os graves desencontros entre o pronunciamento do Presidente e as diretrizes cotidianas do Ministério da Saúde. Esta fala atrapalha não só o ministro, mas todos nós!

Sabemos que iremos enfrentar uma grave recessão econômica, mas o que nos cabe lidar diretamente é a grave crise sanitária.

Vamos seguir tocando nossas vidas com decisões baseadas em evidências científicas, seguindo exemplos bem sucedidos ao redor do mundo.

A grande maioria dos países do mundo, ocidentais e orientais, já firmaram seu curso no combate ao vírus e é este curso que o Nordeste Brasileiro seguirá.

Que Deus abençoe cada um de nós que pouco temos dormido. Que Deus nos abençoe!


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.