menu

Política

19/10/2019


PT da Paraíba discute eleições de 2020 e deve aclamar Jackson Macêdo na presidência

Na imagem, Jackson Macêdo, presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba

 O PT da Paraíba realiza hoje  (19) a etapa regional do “7º Congresso Nacional do PT – Lula Livre”. O encontro vai definir novas diretrizes políticas propostas pelo PT para a luta social, através da definição da tese do partido e deverá aclamar  Jackson Macêdo para continuar na presidência do PT/PB pelos próximos quatro anos.

 A segunda fase do processo eleitoral interno da sigla acontece no auditório da Federação dos Trabalhadores na Agricultura da Paraíba (FETAG-PB) a partir das 09h e vai contar com a participação de 230 delegados e delegadas.

 De acordo com Macêdo a unidade de forças políticas internas deve manter a intensidade dos debates no Partido. Para ele, as discussões internas contribuem para a construção de um PT cada vez mais forte e democrático.

 “O PT é o único partido do Brasil que para eleger suas direções faz um processo eleitoral direto, com a participação de todos os filiados e dirigentes”, destacou. “Estou muito feliz porque nós vamos chegar unificados no congresso e logicamente vamos ter muitos debates. As forças políticas vão apresentar documentos e resoluções, teremos muito o que discutir e no final vamos apresentar à sociedade um documento, que é uma tese sobre os temas decididos no congresso. Serão discussões extremamente importantes e espero que seja um bom encontro”, apontou o presidente.

 Jackson também revelou que o PT deve discutir as eleições de 2020 e a crise do PSB: “vamos definir qual a posição do PT, o rumo que o PT vai ter na Capital e Campina Grande, vamos debater um pouco essa conjuntura estadual, a crise do PSB. As questões mais o nosso estado e a conjuntura nacional”.

 Os delegados que participam desta etapa do processo eleitoral foram escolhidos através das chapas municipais e estadual, ainda na fase municipal do 7º Congresso Nacional, que aconteceu no dia 8 de setembro, quando filiados e filiadas ao PT foram às urnas para iniciar o processo de eleição de novos dirigentes em todo o país. A fase municipal elegeu dirigentes e presidentes e presidentas municipais, além de dirigentes estaduais e nacional.

_

Portal WSCOM