menu

Cultura

08/11/2019


OPINIÃO: Chico César e Josyara; a história unindo Catolé à Bahia e a ausência do Musiclube

Jornalista Walter Santos traz abordagem sobre a reestruturação na programação da TV Cultura.

Imagem reprodução

Por Walter Santos
Portal WSCOM

 

A TV Cultura de São Paulo tem investido muito na reestruturação da grade de programação dialogando com diversos públicos, entre os quais da própria cultura.

 

Na quinta-feira de sessão histórica no STF, a TV Cultura mostrou duas inteligentes entrevistas com os artistas Chico César e Josyara, dois relevantes símbolos das novas gerações da MPB vivendo em São Paulo, culminando com apresentação dos dois da música “Coito das Araras”, da brilhante Cátia de França.

 

A HISTÓRIA DE CADA UM

Josyara para variar é baiana e como tal tudo começa e termina naquele rico estado de espirito relatando como foi tocada pela música incentivada pela família até chegar à Paulicéia Desvairada para viver de música.

 

Chico César fez o mesmo lembrando de seu primeiro contato com São Paulo chegando na rodoviária até ser recepcionado por Gegê, seu irmão e líder do Movimento dos Sem Tetos.

 

O Catolaico continua brilhante na elaboração de seu tempo criativo, agora impulsionado por um tom ideológico mais forte mesmo flertando o amor revolucionário, sem citar, entretanto, sua influência do Musiclube e de Pedro Osmar, revolucionário em fase de reminiscências.

 

É isso. Os dois estão em ótima fase.

 

Confira: