Futebol

“Não vim para um time da Série B, vim para o Vasco”, diz Fernando Diniz em apresentação ao Cruzmaltino

Novo técnico exalta chance, fala em orgulho do estar no clube que "defendeu o lado certo da história" e prepara elenco para estreia na quinta-feira contra o CRB


13/09/2021

Fernando Diniz conversa com jogadores, membros da comissão técnica e funcionários- Fotos: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

GE.com



Fernando Diniz foi oficialmente apresentado com novo treinador do Vasco. Nesta segunda-feira, após o treinamento da manhã, em sua primeira coletiva, citou o hino do clube ao falar como pretende fazer o time jogar e exaltou a oportunidade de trabalhar em São Januário logo após ser demitido do Santos.

Ao lado do presidente Jorge Salgado e do diretor executivo Alexandre Pássaro, Diniz não escondeu a satisfação de ter sido contratado pelo Vasco mesmo que o momento seja de estar na Série B. Na primeira resposta da entrevista, lembrou a luta do clube pelas causas sociais e combate ao racismo.

– Não vim para um time de Série B, eu vim para o Vasco. O Vasco é um gigante do futebol brasileiro e mundial. Dentro e fora de campo. Sempre se posicionou do lado certo da história. Tem muitas coisas no Vasco que me interessam e me comovem. Estou muito feliz de estar aqui – afirmou o comandante.

O modelo de jogo, de construção ofensiva iniciando pelo goleiro e zagueiros, o pouco tempo para treinar o time até a sua estreia diante do CRB, na quinta-feira, e a má campanha na luta pelo acesso (são oito pontos longe do G-4) marcaram a entrevista. O trabalho psicológico com o elenco, que sofre com altos e baixos, será a chave do sucesso.

– Esse trabalho é diário. Joguei futebol para aprender a ser técnico. Tenho foco grande no jogador, para que melhore como pessoa e como atleta. Sou muito feliz com os feedbacks que recebi. É a maneira que eu tenho de poder ajudar o clube e o torcedor. Todos nós dependemos do que o jogador vai fazer. Se os jogadores conseguirem se motivarem e aplicarem o que sabem, a gente vai se dar bem. Eu vejo que o time tem potencial. O torcedor tem todo direito de criticar. A gente tem que trabalhar e conseguir a vitórias, para que o torcedor se alegre, é o que vamos fazer. Agora, vamos todos cantar de coração, trabalhar de coração e jogar de coração. Para que a gente consiga trazer o Vasco para primeira divisão – destacou o técnico.

 

https://wscom.com.br/nao-vim-para-um-time-da-serie-b-vim-para-o-vasco-diz-fernando-diniz-em-apresentacao-ao-cruzmaltino/

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.