Policial

Ex-jogador do Botafogo, Treze e CSP, Lúcio Curió, é um dos 8 presos na Operação Fariseu na Paraíba

De acordo com a polícia, a prisão do ex-jogador foi devido a possível associação para o tráfico com o fornecimento de valores e de armas


22/07/2021

Ex-jogador Lúcio Curió, no CSP (Foto: Reprodução)

Portal WSCOM



As Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros Militar desarticularam, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (22), uma organização criminosa que atuava com a prática de homicídios, tráfico de drogas e assaltos, nas cidades de Mulungu, Gurinhém e Alagoinha, no Agreste da Paraíba. Oito integrantes do bando foram presos durante a Operação Fariseu II, que teve o objetivo de prender os suspeitos que conseguiram fugir na primeira edição.

Policiais que participaram da Operação Fariseu (Reprodução)

Os presos, seis homens e duas mulheres, foram localizados no município de Mulungu, que era o núcleo do grupo. Entre eles, o ex-jogador de futebol Lúcio Curió – que já jogou pelo Botafogo, Treze, CSP e São Paulo Crystal, na Paraíba, e também no Sport Recife-PE, no América de Natal e ABC, do Rio Grande do Norte, entre outros clubes, inclusive do exterior, a exemplo do Gyeongnam, Ulsan Hyundai e Gwangju, todos do futebol da Coreia do Sul.

O grupo agia principalmente na zona rural das três cidades. Na operação, foram apreendidas ainda três armas de fogo e drogas.

No total, foram cumpridos mandados em 10 endereços. A operação envolveu mais de 120 policiais militares, civis e bombeiros militares da 8ª Área Integrada de Segurança Pública (8ª AISP), com reforço do Comando de Policiamento Regional I (CPR-I).

O grupo foi levado para a Delegacia de Guarabira.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.