Brasil & Mundo

O Brasil desperta, chega à exaustão e caminha em dura realidade dentro da Democracia

19/03/2020


O presidente Jair Bolsonaro durante protestos no dia 15 de março de 2020.

As duas manifestações populares nas diversas capitais brasileiras expondo o ‘Panelaço Fora Bolsonaro” na quarta e terça-feira eclodiram, enfim, como início da exaustão social diante de inúmeros atentados do presidente Jair Bolsonaro no exercício do cargo abusando da tolerância brasileira.

São diversos, até muitos, os maus exemplos do chefe do Executivo em desconformidade com a postura de um presidente da República afetando princípios e ferindo o decoro, daí as manifestações terem significado importante como reação podendo incorrer em reforço ao afastamento do cargo.

Os Panelaços com endereço certo no “Fora Bolsonaro” incide em manifestação ordeira, democrática, mas de força Nacional até porque, no caso da quarta-feira, ainda abrigou manifestação desesperada de bolsonaristas buscando defendê-lo do indefensável. O presidente de fato perdeu a confiança.

O ESTOPIM

São inúmeros os casos de falta de decoro do presidente mexendo na tolerância social, mas seu gesto de desrespeitar todas as indicações de quarentena da OMS e do MS indo ao encontro de populares no domingo em apoio às manifestações que pediam fechamento do Congresso Nacional e o STF foi o estopim.

Ao invés de se comportar como presidente de uma Nação optou pela condição de propagandista do Coronavírus e de impostura democrática contra instituições, mesmo ele sob riscos pois 17 pessoas em torno dele estão positivamente com o vírus.

As duas situações se constituem em gravidades incentivadas pelo presidente em flagrante falta de decoro e atentando aos princípios democráticos e de saúde pública.

Ali começou o fim.

PRÓXIMOS PASSOS

É certo que tudo é só o começo, mas a partir de agora será preciso firmeza e determinação dos setores organizados ainda tendo de tolerar as agressões e maluquices de fanáticos e intolerantes, portanto, o Brasil se prepara para a nova fase difícil, entretanto, indispensável diante se tem a no despreparo, pois com o Stableshment em voga o País se afunda sem perspectiva passando à condição de um quintal americano sem perspectiva.

É preciso resgatar nossa soberania e auto estima.

Detalhe: tudo dentro da Democracia e do Estado Democrático de Direito.

Leia outros artigos

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.