Política

COVID exige fortes medidas, mas com rigor de protocolos restaurantes podem funcionar até 21h00, antes do endurecimento às 22h00

23/02/2021


Na imagem o jornalista e analista político Walter Santos

A cultura de quem raciocina pela ótica sanitária severa nem se adverte que por questões de poucas horas as medidas duras para preservar vidas poderiam ter outra forma de encarar a existência do rigor, mesmo adequando horários.

 

Pela ordem, como conceituam os progressistas, a existência de medidas para evitar o caos é ponto pacifico, mesmo assim qual o efeito maléfico de uma atividade para ser mantida até 21h00, um tempo básico visando o reconhecimento de tudo?

 

É preciso no rigor da lei e das medidas salvar dentro das regras os equipamentos que serão punidos em demasia por questões de horas.

 

O Comitê de Controle Sanitário precisa entender e comprovar que com apenas pequeno ajuste de horário evitará tragédias econômicas e sociais. Poucas horas são solução para o impossível sem isso.

Leia outros artigos

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.