Policial

Acusado de matar primo do senador Cássio Cunha Lima é preso em Nova Iguaçu-RJ

FORA DE CIRCULAÇÃO


15/01/2013

{arquivo}Um foragido da Justiça paraibana acusado de matar um primo do ex-governador e atual senador Cássio Cunha Lima (PSDB), foi preso, na manhã desta terça-feira (15), por policiais militares do 34º Batalhão de Polícia Militar de Magé, no Rio de Janeiro. Rinaldo Anselmo de Jesus, o “Mil Grau” como é mais conhecido, de 33 anos, foi capturado quando saía de casa, na rua Dona Maria, no bairro Rancho Novo, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Além da morte do primo do ex-governador Cássio, ele é acusado do assassinato de um professor.

 

Segundo informações da PM, a equipe do batalhão de Magé chegou até “Mil Grau” depois de receber uma denúncia anônima. No endereço fornecido, em Magé, o foragido não foi localizado. Mas lá os policiais receberam uma informação de outro endereço em Nova Iguaçu. O preso foi levado para a 58ª DP (Posse).

A morte do primo do senador Cássio ocorreu em janeiro de 2011. Marcos Humberto da Cunha Lima, de 46 anos, era ex-diretor da cadeia pública do município de Rio Tinto, na Paraíba. Marcos foi baleado enquanto conversava com o professor Severino Ferreira Ramos, de 46 anos. Severino também foi baleado e morreu. O verdadeiro alvo da quadrilha de “Mil Grau” era um terceiro homem que conseguiu escapar do atentado.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.