Política

Jair Bolsonaro é citado mais de 70 vezes em decisão que embasou operação da PF

Investigação aponta ação do ex-presidente para dar um golpe de Estado


09/02/2024

Ex-presidente Jair Bolsonaro deixa sede da Polícia Federal em Brasília em 18/10/2023 (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

WSCOM com 247/g1



O nome do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é citado mais de 70 vezes na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que embasou a operação contra militares e ex-ministros golpistas. Eles estão sendo investigados por tentativa de golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder. As articulações golpistas culminaram com a invasão da Praça dos Três Poderes em Brasília, em 8 de janeiro do ano passado

As citações a Bolsonaro na decisão de Moraes incluem trechos de falas do ex-presidente que foram transcritas da reunião que fez com alta cúpula do governo com a “finalidade de cobrar dos presentes conduta ativa na promoção da ilegal desinformação e ataques à Justiça Eleitoral”, aponta reportagem do G1.

O nome de Jair Bolsonaro também é citado na decisão quando é apontada a descoberta de uma minuta golpista que previa a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

De acordo com a PF, Bolsonaro recebeu essa minuta e pediu para retirar os nomes de Gilmar e Pacheco e manter o de Alexandre de Moraes.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //