Justiça

Desembargador Márcio Murilo vai julgar pedido de prisão preventiva do Padre Egídio


08/11/2023

Portal WSCOM



 

 

O desembargador Márcio Murilo, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), foi sorteado para julgar o pedido prisão preventiva do Padre Egídio, suspeito de desviar recursos do Hospital Padre Zé, em João Pessoa.

A solicitação é de autoria do Ministério Público da Paraíba (MPPB) que recorreu ao tribunal após o juiz José Guedes, da 4ª Vara Criminal de João Pessoa, ter indeferido o pedido.

Dessa forma, Márcio Murilo poderá julgar o pedido ou remeter para o desembargador Ricardo Vital, que analisou e negou o habeas corpus da defesa do Padre Egídio para anular as investigações.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //